Home / MÍDIAS SOCIAIS / Rede Social: Acaso que virou fenômeno

Rede Social: Acaso que virou fenômeno

Jornalismo Unifran

A rede social surgiu da necessidade do homem em estreitar relações comerciais entre países. Ela desenvolveu-se no final do século XX por meio de Barnes que atribuiu o nome “padrões de laços” com a intenção de tornar relações interpessoais em internacionais.

A estrutura social da rede visa a conexão entre pessoas, associações, empresas que partilham de valores comuns. Estas ligações são culturais, portanto, alternadas entre grupos sócio-políticos, acadêmicos, comunidades, países, entre outros.

Fazer parte de redes sociais não significa estar conectado virtualmente, mas sim manter vínculos pessoais, por exemplo: O homem que vive no meio rural inserido em uma sociedade tranqüila não é por conta disso, um indivíduo alienado. Ele traz em sua identidade características sócio-culturais.

As redes sociais na internet embora permitam que as pessoas se conheçam, não as aproximam de forma direta, porque o contato no mundo virtual pode ser “caloroso”, mas frio na realidade presencial.

Lígia Silveira (ligia_silveira19@hotmail.com),Lívia da Silva Inácio (liviasilvainacio@gmail.com) e Swaida Sarita Martins (suaidalandis@yahoo.com.br) são alunas do curso de Jornalismo da Unifran e são estudiosas dos fenômenos das redes Sociais e seus efeitos nas Mídias Sociais digitais.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.