Home / JORNALISMO / As Pinturas feitas em cavernas, a mídia impressa e os blogs

As Pinturas feitas em cavernas, a mídia impressa e os blogs

Novas tecnologias comunicacionais

Os blogs surgiram em agosto de 1999 com a utilização do software Blogger,da empresa do norte-americano Evan. O software fora concebido como uma alternativa popular para publicação de textos on-line, uma vez que a ferramenta dispensava o conhecimento especializado em computação. A facilidade para a edição,atualização e manutenção dos textos em rede foram – e são – os principais atributos para o sucesso e a difusão dessa chamada ferramenta de auto-expressão.A ferramenta permite, ainda, a convivência de múltiplas semioses, a exemplo de textos escritos, de imagens (fotos, desenhos, animações) e de som (músicas, principalmente).

Um dos fatores que devemos observar é o que a evolução das formas comunicacionais esta provocando de transformações nos indivíduos e nas maneiras de agir socialmente, seja presencial ou virtual.

As pinturas das cavernas feitas por nossos ancestrais nômades imprimem a identidade do homem primitivo e suas sensibilidades, são informações postadas de caverna em caverna, marcam território, estabelecem a história, divulgam o conhecimento.
A interação daquela época podia durar meses ou até anos, hoje, em milésimos de seguntos podemos ter, nas palavras de Hugh Hewitt, uma infestação de informações.

Como nos meios biológicos a infestação é um mal, na atuais tecnologias comunicacionais e de networking também podem vir a ser, por isso a formação e o comportamento são importantes fatores de avaliação.

A  formação esta relacionada com o comportamento portanto a medida que fortaleço uma exponho a outra. Este processo se materializa nas pessoas que sigo no Twitter e nos conteúdos que divulgo em comunidade. Neste eixo de interação subexiste as transformações.

A palavra que talvez devessemos refletir – infestação.

One comment

  1. Oi Mauricio

    Hoje, por conta de um bloqueio do adsl que me impede de postar comentários em alguns tipos de sites, engrenei uma conversa por email com a Miriam.
    No papo, derivado de uma postagem minha que alguns estão amando e outros odiando, falamos muito sobre blogs e sobre o que é blogar.

    Isso me fez lembrar uma série de coisas da minha vivência e, também, da minha pesquisa sobre blogs. E uma delas vem bem a propósito na saudação de um novo blog. É a de entender o ato de blogar como uma narrativa de si mesmo, um movimento de metacognição onde o outro, aquele que nos lê, é parte imnportante e necessária deste processo de ressignificação.

    É isso que me vêm, também, ao ler os arquivos do meu blog. E, neste espírito, desejo uma boa blogagem para ti este espaço que está começando.

    E, para não perder o hábito de trazer o diálogo, o debate para a conversa, aponto que os blogs não começaram em 1999. (Falo dos weblogs em geral, não sei se quisestes te referir apenas aos editados por softwares próprios, tipo o blogger)

    Pois, em 1999 surgiu o blogger e o EditThis Page (Manila), os primeiros aplicativos para blogs.

    Os blogs, porém, já existiam desde 1992 (ou antes, Tim Berners Lee) ou 1993 (Winer). Em geral estas duas datas são as mais consideradas como o início dos blogs.

    Agora, é possível pensar os registros das cavernas como uma espécie de blogagem ancestral. Afinal eram a forma possível de fazer registros cronológicos naquele tempo.

    Se quiseres, te indico alguns links sobre isso.

    abraços!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.