Home / CURIOSIDADES / Tecnologia melhora interação entre alunos e professores

Tecnologia melhora interação entre alunos e professores

UNIVERSIA BRASIL (SP) • NOTÍCIAS • 14/9/2009 • 12:30:00
Tecnologia melhora interação entre alunos e professores
Blogs e comunidades possibilitam aprofundamento do conteúdo
Por Mariana Bevilacqua]
Comunidade criada exclusivamente para o curso de Pollyanna auxilia na interação entre alunos e professores e ajuda a absorver o conteúdo.
A biblioteca já não é mais a única fonte para o estudante que deseja se aprofundar ou tirar dúvidas dos assuntos tratados em sala de aula. Cada vez mais os meios tecnológicos invadem a mesa de estudos, ampliando as possibilidades de interação entre alunos e professores e auxiliando no aprendizado.
A estudante de Administração Geral da UFPE (universidade Federal de Pernambuco), Pollyanna Diniz, participa dessa evolução. Além de redes sociais, ela também faz parte de uma comunidade criada apenas para estudantes de seu curso. “Para aprender por meio das redes sociais é necessário ter determinação para não desviar do foco”, afirma. Para ela, a comunidade é a ferramenta que mais a auxilia nos seus estudos. “Os professores e os alunos têm perfil na comunidade e a interação é ágil, seja para debater um assunto com os colegas ou para tirar dúvidas com o professor”, diz.
O sucesso da comunidade é confirmado pelo coordenador do referido curso, Pierre Lucena. “A ferramenta existe há cerca de seis meses e, mesmo sem divulgação, já tem mais de 950 usuários”, ressalta. Um dos grandes atrativos, de acordo com ele, é a possibilidade de postar materiais para os alunos fazerem download, o que acaba com a necessidade de tirar cópias em papel. “É mais prático que enviar e-mails, pois os professores podem se comunicar com diversas pessoas ao mesmo tempo”, garante.
Outro meio de interação entre professores e alunos é o blog mantido pela Arenas, a agência experimental para alunos de Comunicação Social e design da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing). “Eles postam o que pesquisam sobre tendências na área de comunicação e os professores moderam o conteúdo e alinham a linguagem usada”, comenta o coordenador da agência, Matheus Marangoni. O Twitter também é utilizado e funciona como ferramenta complementar. “Ao publicar uma matéria nova, lançamos uma chamada no micro-blog para informar aos estudantes que há novos conteúdos disponíveis”, afirma Marangoni.
Tecnologias que auxiliam o aprendizado
  • Blogs: de autoria dos professores ou da coordenação de cada curso, abre espaço para comunicação com os estudantes, além de permitir a postagem de materiais referentes a assuntos tratados em aula.
  • Comunidades: permitem a interação entre alunos e professores, tanto para tirar dúvidas como para debater a aula. Em alguns casos, também é possível que os professores postem materiais para download.
  • Twitter: ferramenta de comunicação rápida, é usado pelas universidades para avisar aos estudantes sobre novos conteúdos adicionados na página da instituição.
    – Notebook e celulares: usados para acessar a Internet e fazer pesquisas sobre a matéria estudada, muitas vezes durante a aula, como meio de complementar o assunto.

Na Unifran (universidade de Franca) a interação entre professores e estudantes também é feita por meio de blogs. Lá, a iniciativa isolada de um professor cresceu e, agora, cada curso tem seu espaço virtual. “Meu blog foi o piloto de um projeto que visava desenvolver ferramentas de comunicação para os cursos. Agora, publico materiais das disciplinas na Internet e aproveito para usar o blog como um canal de comunicação com os alunos”, enfatiza o professor Maurício de Azevedo Valentini. Para ele, o recurso é útil por possibilitar que os estudantes possam acessar os materiais a qualquer momento.

Melhor desempenho
Para Marangoni, as novas tecnologias para a comunicação possibilitam a melhora do desempenho dos alunos. “Há casos de estudantes que aplicaram o conteúdo aprendido no blog da universidade em trabalhos acadêmicos, obtendo bons resultados”, conta. A opinião de Lucena é semelhante. “A comunidade permite que os alunos respondam as dúvidas dos colegas. Além disso, estudantes de semestres diferentes podem se auxiliar e trocar experiências”, explica.

Valentini acredita que é preciso haver planejamento para o uso das ferramentas. “Só com preparação o aluno consegue perceber como as diferentes mídias ajudam no aprendizado”, julga. O docente diz que disponibiliza o conteúdo da aula antes do encontro presencial. “Isso permite que eles façam um estudo prévio. Dessa maneira, ganham tempo para se aprofundar no assunto. As dúvidas que não são tiradas na sala, geralmente são enviadas nos comentários do blog”.

Tecnologia na sala de aula
Marangoni enfatiza que a tecnologia não auxilia apenas os estudantes, mas que os professores também tiram proveito das possibilidades. “Acessar o blog na sala de aula pode ajudar o docente a exemplificar o assunto abordado. Dessa forma, ele usa modelos atuais, o que facilita a compreensão do aluno”, explica.

Pollyanna aponta algumas estratégias utilizadas para buscar informações mesmo no decorrer da aula. “Uso o notebook para fazer pesquisas rápidas sobre os conteúdos básicos da matéria que o professor explica. Dessa forma, não interrompo a aula e peço apenas explicações mais aprofundadas”, garante a estudante. Ela complementa que os colegas também utilizam recursos semelhantes. “Alguns, inclusive, fazem pesquisa diretamente no celular”.

Entretanto, Valentini enfatiza que os meios tecnológicos não substituem a atuação do professor em sala de aula. “Eles servem apenas como complemento da matéria estudada. A forma de ensinar não sofreu a evolução necessária para acompanhar a tecnologia e alguns docentes encontram dificuldades para se adaptar”, conclui.

Lucena partilha da opinião de Valentini e explica porque prefere restringir apenas ao blog o uso das tecnologias como complemento de matérias estudadas em aula. “Também uso redes sociais, mas a interação que os meios promovem abre espaço para que o aluno perca o foco facilmente, afinal, o contato é mantido com diversas pessoas”, finaliza.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.