Home / MARKETING / A identidade é pessoal, local, nacional,global e virtual. A gestão deste conceito é crucial para o posicionamento competitivo.

A identidade é pessoal, local, nacional,global e virtual. A gestão deste conceito é crucial para o posicionamento competitivo.

Uma resenha do livro:  Design de Identidade da Marca de Alina Wheeler.

Indivíduos, comunidades e organizações expressam a individualidade por meio de sua identidade. A humanidade sempre usou símbolos para expressar intensamente a individualidade, o orgulho, à fidelidade e a propriedade.

A competição pelo reconhecimento é tão antiga quanto às batalhas medievais. Não mais limitada pelo terreno físico, à gestão da percepção estende-se hoje ás ondas aéreas, ao espaço cibernético e mais além. Assim como os domínios feudais se transformaram em empresas econômicas, o que foi uma vez a heráldica agora é a gestão de marcas. A batalha pelo território físico evoluiu para a concorrência pelo share of mind, o espaço do reconhecimento pela mente.

A marca é promessa, a grande idéia e as expectativas que residem na mente de cada consumidor a respeito de um produto, de um serviço ou de uma empresa. As pessoas se apaixonam pelas marcas, confiam nelas, são fiéis a elas, compram e acreditam na sua superioridade. A marca é como a escrita manual. Ela representa alguma coisa.

Ser lembrado é fundamental, no entanto isto está se tornando cada vez mais difícil. Uma marca tem que ser forte o bastante para se destacar em um mercado densamente povoado.

Os produtos são criados na fabrica. As marcas são criadas na mente. Waltr Lander – Fundador Landor Associates.

A marca não é aquilo que você diz que é. É aquilo que eles dizem que é. Marty Neumeier – The Brand Gap.

Em um mundo que é confuso em termos de clamor competitivo, no qual a escolha racional é quase impossível, as marcas representam clareza, segurança,consistência, status, associação – tudo o que possibilita aos seres humanos se auto-definirem. As marcas representam identidade. Wally Olins – On Brand.

O que é identidade de marca?

Enquanto as marcas falam de modo virtual para mente e para o coração, a identidade da marca é tangível e apela para os sentidos. A identidade é a expressão visual e verbal de uma marca. A identidade dá o apoio, expressão, comunicação, sintetiza e visualiza a marca.  Ela começa com um nome e um símbolo e evolui para tornar-se uma matriz de instrumentos e de comunicação. A identidade de marca aumenta a conscientização e constrói empresas.

Uma identidade visual fácil de lembrar e imediatamente reconhecível viabiliza a conscientização e o reconhecimento da marca. A identidade visual engatilha a percepção e desencadeia associações a respeito da marca. A visão, mais do que qualquer outro sentido, proporciona informações sobre o mundo que nos rodeia.  Os designers de identidade trabalham a percepção por meio da integração do significado e da diferenciação visual.

A ciência da percepção investiga como os indivíduos reconhecem e interpretam os estímulos sensoriais. O cérebro memoriza primeiro as formas. As imagens visuais podem ser lembradas e reconhecidas de forma direta, enquanto o significado das palavras tem que ser decodificado.

A cor vem em segundo lugar. A cor pode incitar uma emoção e evocar uma associação de marca. O cérebro leva mais tempo para processar a linguagem, assim o conteúdo vem em terceiro lugar, depois da forma e da cor.

86 comments

  1. Mesmo sem querer,as marcas que conseguem se estabelecer com um nome e slogam forte no mercado,acabam ganhando mais popularidade e vira refêrencia.A maioria vai ao supermercado e compra todinho,não itambézinho.As vezes o produto não precisa nem ser tão bom assim,mas se tem uma publicidade grande por trás acaba emplacando.

  2. Suellem Ricaaccacio Costa

    Podemos dizer que a vontade de ser reconhecido, vem de muito tempo atráz, estamos sempre em busca de deixarmos nossa marca no mundo, a sociedade que vivemos hoje a marca é muito mais que imaginamos, as pessoas consomem marca, ela pode ser chamada em palavras populares de “escandalosa” e “absurdamente atrativa”, ela se mostra e vende-se a si mesma.
    Sendo assim a identidade da marca é uma ferramenta valorosa, pois ela pode com certeza causar grandes impactos, ela começa tímida e simples, e depois mais na frente se torna uma marca reconhecida o mercado, desta forma podemos concluir que uma marca bem elaborada, com *forma,*cores e *linguagens atrativas, podem se tornar ícones de referencia para o mundo.

  3. Amanda Resende Domenciano

    A marca está intimamente ligada à maneira como o consumidor se sente, ou seja, para que a mesma tenha sucesso, o seu público têm que se ver naquela ideia, se indetificar com os valores daquele conceito, uma vez que somente consumimos e gostamos do que nos é atraente aos olhos, o que parece conosco, íntimo, pessoal, transfigura-se parte de nós, dessa forma, quando nos deparamos com uma marca, inconscientemente esperamos que ela seja como nós e que satisfaça nossas vontades, superando as nossas expectativas. Entretanto, se esta não for inteligentemente pensada e desenvolvida, não obtém sucesso, já que aquilo que chama atenção aos olhos é a imagem visual, o quanto aquele pequeno símbolo é capaz de instigar ações e formar opiniões de uma multidão de consumidores.

  4. Não só as empresas, mas também os próprios indivíduos tem essa necessidade de criar uma identidade para expressar sua individualidade e seu valor.
    Muitas vezes essa identidade tem relação com a marca que o individuo é fiel, pois a sociedade nos dias de hoje, distingue os gostos e quem é cada um, entretanto, muitas pessoas escolhem e fazem uso de tal marca por ela ser muito requisitada na sociedade, o que faz com que ela se sinta bem usufruindo dela.

  5. Desde o início da sociedade moderna, com os adventos da tecnologia, grandes indústrias e seu cotidiano imediatista,o ser humano não tem tempo e todo o potencial de atrair e cativar das pessoas que antes era centrado em um contato pessoal foi substituído por tudo aquilo que possa ser percebido com um rápido olhar,quando falamos de pessoas, precisa-se que a mesma expresse visualmente toda sua personalidade, com roupas, acessórios, comportamento e etc. Assim também funciona com as empresas,todas as suas qualidades, tudo aquilo pelo o que ela quer ser lembraba, tem que estar explícito em sua marca, através de símbolos, cores e formas, pois o olhar humano foi se aprimorando com o tempo e hoje representa a porta de entrada mais importante e estreita de produtos e serviços para os lares das pessoas, sendo assim, a indentidade visual é um recurso fundamental para a fixação de uma marca!

  6. A Identidade Visual deve ser projetada com muito cuidado. Ela deve conceituar o perfil da marca e gravar simbologia na mente do consumidor.

  7. As marcas criam uma identidade específica para um produto, criando “diferenciais”, embora o produto seja da mesma qualidade que o do concorrente. Os consumidores não consomem somente o produto, consomem também a idéia que vem junto, até mesmo o conceito que aquele produto agrega.

  8. Com todas as possibilidades que temos hoje, no mercado e na própria propaganda, é importante ter algo que caracteriza uma grande marca ou empresa, algo que quando vemos já saibamos do que se trata, pois hoje é preciso uma identidade própria e algo que atraia o público para comprar, porque a concorrência é muito forte.

  9. Nós seres humanos pela própria deficiência comportamental estamos cada vez mais pedindo essas influencias padrões e este modelo de cultura,de celebração de marcas, mercadorias, símbolos e no ter posse, pois tudo é transformado em mercadoria, não se importam mais com os sentimentos das pessoas, pois as próprias pessoas esqueceram de analisarem a si mesmas, e o valor está no quanto rende, seja no dinheiro ou nos ‘benefícios’ que vêem tampar a fingida bonomia na qual relutam em deixarem por debaixo dos tapetes, aderindo as fantasias nas suas mais variadas porções, porções essas estabelecidas na própria dificuldade do ser humano que prefere muitas vezes compactuar com esta industria que vende fantasia do que ter que encarar a realidade, comprando e cada vez mais consumindo no sentido de comprarem a vida que não quiseram construir pelo seus esforços , o reflexo desta sociedade material se justifica na própria busca desenfreada em agarra aquilo que não se compra e não se estabelece em nenhum objeto: a liberdade que só é conquistada através das provas vividas no interior, se continuarmos assim cada vez mais estaremos fornecendo matéria-prima para que os detentores da indústria façam aquilo que estamos pedindo a muito tempo atras: me engana porque a realidade diferente da marca não é criada na mente de ninguém.

  10. Acredito que o texto nos faz refletir a importania de connhecer nossa identidade, mais ainda a identidade de outras pessoas.Podemos ver que ha tempos esta guerra ja esta travada, a corrida ja nao é mais por armas, mais sim por espaço, nao espaço fisico mas sim espaço mental onde o reconhecimento é amaior garantia do sucesso.
    Somente dominando o conceito entendo bastande das tendencia e culturas conseguiremos nos manter na mente de nossos consumidores que estao sendo bonbardiados a cada momento por nossos concorrentes com toneladas de imagens frases cores.
    O lance agora é que talvez nao tenhamos mais tempo para o conteudo devemos sobreviver artificialmente o maximo possivel na cabeça dos outros.

  11. O grande numero de marcas que existe hoje em dia não se tem apenas por terem um produto diferenciado, e sim tambem pela forma com que elas conseguem divulgar isso.
    Muitas marcas não fazer um produto bom para se consumir, porem tem um logotipo que chama atenção, e muitas gente hoje em dia é levada por marca. O mercado vem sendo cada dia mais competitivos e nos automaticamente contribuímos para que isso aconteça.

  12. Marca hoje em dia é status na sociedade, tem pessoas que liga para um símbolo que faz diferença na hora da compra, já outras nem se importam. Hoje o mundo é feito de padrões, se você quer entrar para aquele grupo, você tem que ter uma “marca”. A frase “Os produtos são criados na fabrica. As marcas são criadas na mente” – Waltr Lander – Fundador Landor Associates. É incrível, pois as marcas tem todo um processo para conseguir entrar no mercado e ser reconhecida mundialmente, que depois que faz o nome de sua marca, seu produto vai ser olhado diferente, não importa como ele seja.

  13. Vinicius do Couto Rosa

    Para a marca se fixar na mente das pessoas, você deve primeiro de tudo conquista-las. Uma marca forte não se cria, se desenvolve, e isso leva tempo. As grandes marcas hoje em dia, são uma espécie de religião, as pessoas são fiéis às marcas, torna-se um prazer usar tal marca. E a identidade visual conta muito para a marca se tornar forte. É o primeiro contato com o consumidor, é o que fica gravado na mente das pessoas. E para por em pratica isso tudo nos dias atuais não é nada fácil com um mercado exageradamente competitivo.

  14. wellington m. oliveira

    No mundo moderno de hoje, as pessoas não compram produtos mas na maioria das vezes marcas,uma marca forte e com boa identidade visual da segurança e credibilidade ao consumidor. Uma boa embalagem pode chamar a atenção mais que o próprio produto em si.

    Wellington M. Olibeira
    publicidade e propaganda.

  15. A marcas mais famosas criam conceitos que as pessoas passam a seguir, e criam sua identidade diante a marca de preferencia,onde mostra seu estilo de vida.

  16. Na maioria das vezes procuramos por marcas e não pelos produtos. Talvez seja por hábito, pelas propagandas que estão por toda parte, que cria um produto e desperta desejo aos consumidores. Motivo incerto, mais o que nos leva a ver a realidade: o consumismo exagerado! Chegamos a um ponto que os produtos já vem ate nós, a concorrência acirrada, a oferta, enfim, características claras de um mundo globalizado.

  17. Hoje em dia ter nome é fundamental! As marcas trabalham muito essa questão de da identidade da marca, escolhem determinadas cores, estampas, tecidos e padrões para que logo que batemos o olho na peça já possamos identificar de qual marca ele pertence. Hoje só a identidade visual da marca, não basta, algumas marcas querem que seus produtos sejam identificados antes mesmo da pessoa saber que ele é confeccionada por tal. E essas marcas só conseguem esse reconhecimento, por adaptar seus produtos ao gosto do público. A marca também passa status, e um certa de confiança.Então como disse no começo ter uma marca consolidada é fundamental.

  18. Ferrari não vende carro, vende status. É nessa linha de raciocinio que grandes marcas trabalham para encantar seus clientes, a utilidade do produto em si passa a ser secundario e a marca primordial na hora de comunicar seus atributos para o publico alvo, esse mercado de emoções tem gerado altos lucros a grandes empresas, o mundo estaria saturado de “apenas produtos” se nao existisse o encanto das marcas para comprarmos, todos querem alem do tangível.

  19. Hoje em dia, é essencial as grandes marcas e empresas terem um logotipo que a caracterize e uma boa divulgação, é importante esse trabalho para que o público se identifique com ela e tenha vontade de querer comprar e consumir, toda boa marca tem um logotipo legal, pois hoje a propaganda é a alma do negócio, mais do que fazer bem, tem que saber vender.

  20. Guilherme de Andrade L.

    Hoje em dia algumas marcas tem um poder tão grande que além de virar referência para as marcas “menores”, e também exalta o poder que ela tem de influenciar os consumidores. É aquele grande fator de que a marca estabele uma visão do que as outras pessoas veem a respeito de você reforçando a ideia de que você é o que você tem, e não o que você.

  21. Antonio Henrique Candido Alves

    A identidade visual é muito importante para que uma marca se estabeleça no mercado, hoje sem uma identidade própria e forte a empresa não consegue enfrentar seus concorrentes, com isso é necessario o investimento em propagandas para que a marca fique com a imagem desejada gravada na cabeça do consumidor

  22. Desde sempre o homem busca o reconhecimento,hoje as marcas desempenham papel principal em tal reconhecimento.
    Uma marca tem como o objetivo ser lembrada pelas pessoas, seja pelo seu logo, frase ou até mesmo cor, elas precisam da confiança das pessoas, pois, na verdade, quem faz a marca são seu consumidores, porém cada marca pretende, primeiramente, atingir um tipo de consumidor.
    Para alcançar tal feito, as marcas usam de diversos artifícios, todos com o intuito de atingir nosso lado emocional, pois é ele quem desempenha a função de lembrar de tudo.

  23. A identidade de uma marca é a coisa mais importante, pois é nela que esta impressa os valores.
    E é através desse valor e identificação que ocorre a fidelidade de seu publico.

  24. Na sociedade em que vivemos atualmente as marcas são utilizadas como formas de expressão daquilo que não podemos dizer ou seja é uma forma de status e de diferenciação de tribos.As marcas são as identidades que escolhemos perante à sociedade.

  25. As pessoas relacionam a marca com o produto. Quanto mais conhecida é a marca,consequentemente, mais vendido é o produto. Hoje em dia as pessoas compram a marca, talvez nem tanto pelo próprio produto, mais pra exibir para a sociedade.

  26. Uma marca é bem mais que a diferenciação de empresas, em casos extremos chega a ser uma espécie de estilo de vida. Você não compra apenas o produto, mas sim toda uma simbologia, uma identidade embutida. Talves a qualidade dos produtos possam ate serem as mesmas, mas o simples fato de uma peça de roupa ter uma etiqueta com a logo de uma marca de peso, confere um valor de mercado muito superior aquela que não está na ponta da lingua dos consumidores mais exigentes. Uma identidade diferenciada é fator crucial para o sucesso de uma marca, não basta que seus produtos sejam bons, é preciso ter uma característica própria, um diferencial que desperte o e seduza os consumiores.

  27. A humanidade atual vive de marcas e o povo compra marcas e não produtos. Sendo assim, as marcas ganham significados de ícones para mostrar quem é quem.
    As maiores marcas são identificadas facilmente seja qual for a estilização que é feita para devido produto.
    Publicidades e propagandas, campanhas e famosos usando produtos de certa marca, fazem com que os olhares do povo vejam essas marcas e produtos como: sonho. Neste caso mostra que a maior parcela da população não consegue comprar as marcas, mesmo com tanta competitividade.

  28. Nossa individualidade é transmitida através de nossa identidade, que conseguimos através de nossa aparência, do que usamos e de onde frequentamos. Estamos rodeados por marcas, que disputam dia e noite para um maior espaço no mercado. A marca sempre irá significar algo em nossa vida e sempre será refletida em nossa identidade. Nós seres humanos disputamos assim como a marca, ter uma visibilidade maior dentro da sociedade.
    Ser lembrado é o tema em questão, mas não é tão fácil assim. A marca precisa renovar sempre, criar e mudar todos os dias, para não se tornar comum e cair no esquecimento. Tudo que é novo é mais fácil de ser lembrado, porque está no auge. Agora quem fica parado, a concorência está ai para passar em cima como um trator, destruindo tudo: reputação, visibilidade, tudo o que foi conquistado. Como diz Marty Neumeier “A marca não é aquilo que você diz que é. É aquilo que eles dizem que é”, esta é a pura realidade, por isso que renovar é fundamental para que a identidade visual da marca não saia da mente da sociedade.

  29. O mercado jamais foi povoado por tantos símbolos. No entanto o que diferencia um de outro, é com certeza a identidade formada pela embalagem. Assim como na formação de nossa identidade, isso leva tempo e é um trabalho árduo. As chamadas “grandes marcas” detém maior tempo de experiência em lidar com os consumidores e despertam a atenção do público, tanto para seus símbolos otimamente pensados e compostos, como para seu conteúdo.

  30. A percepção é dada de diversas maneiras. Sensores nos colocam como observadores e extremamente sensitivos diante de vários elementos. A marca, a identidade visual, nos fascina pela elegância com que chega até nós. A persuasão que ela carrega amealha sensações, dentre tantas, a identificação plena.

  31. É fácil notar que, com o intenso dinamismo da sociedade atual e o acentuado fluxo de informações e imagens, o mercado tem se tornado cada vez mais competitivo em relação à busca pelo reconhecimento como marca. Isso explica o fato de as empresas estarem tão presentes tanto no campo cybernetico quanto físico, como forma de romper com quaisquer limites de espaço no intuito de fixar sua identidade visual na mente das pessoas.

  32. William Veríssimo

    A identidade não se restringe apenas às pessoas. Todos buscamos nos identificar com aquilo que nos causa interesse, e é através dessa perspectiva que as marcas tendem a buscar um certo tipo de padrão para aproximar cada vez mais determinado grupo para próximo delas; pois a identidade é indivudual, mas as similaridades podem ser encontradas nos mais diversos campos e lugares, e é aí q ue a identidade de uma marca pode atingir tanta s e diferentes pessoas.

  33. Como Wally Ollins diz, as marcas são criadas para representar uma clareza ao consumidor. Como o indivíduo, as marcas possuem sua propria identidade para ter status, consistencia e dar confiança à quem a adquire. Tudo aquilo que define o ser humano, define também a marca, isto porque nós queremos possuir aquilo que nos identificamos e se nos simpatizarmos por aquilo que é semelhante, iremos adquiri-lo. Como qualquer ser humano quer ser lembrado por todos, as marcas também e para isso precisam ser fortes, possuir personalidade e identidade, assim a comparação entre duas coisas tão distintas há mais semelhanças do que parece.

  34. Todos têm a sua individualidade, pois contam com características próprias, que influenciam os pensamentos, emoções e ações. Porém, mesmo com nossa individualidade, pertencemos a grupos. Estamos ligados às outras pessoas por termos algo em comum. Podem ser vários fatores, como gostos,locais que frequentamos, ideologias, religião, entre outros itens. Com isso, nossa individualidade se soma a de outras pessoas e assim aprendemos e ensinamos.

  35. Desde que se venda um desenho bonito, de cor chamativa e uma idéia forte e marcante,a origem do produto não importa e nem mesmo a sua qualidade. A marca e a forma como ela se posta no mundo capitalista maquia as nossas escolhas e determina como será gasto o dinheiro de quem não pensa ou melhor pensa no satus. A identidade de um artista, uma honestidade de uma empresa não são sequer levados em conta se eles se relacionam a uma marca forte. Quem se importará se a Nike usa mão de obra infantil para produzir seus tênis se usar um tênis nike o faz se sentir melhor e lhe confere um satus social de poder, de “descolado”. Os valores não foram invertidos, eles se adequaram ao capitalismo e são rabiscados para confundir os cérebros através das marcas.

  36. As marcas em si com seus slogan, marca bastante suas identidades, é essencial que as empresas tenham uma marca, isso fica na cabeça das pessoas, isso marca, e cria a identidade da empresa, de forma que seja lembrado. do mesmo modo que nossa individualidade nossa cultura marca nossa identidade, a marca das empresas também a marcam.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.